Resenha



Livro 1 - Ecos da Morte - Kimberly DertingTítulo Nacional: Ecos da Morte
Ano de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 272 páginas
Editora: Intrínseca
Tradutor: Rita Sussekind
Título Original: The Body Finder
Ano de Lançamento: 2010
Número de Páginas: 336 páginas
Editora: HarperTeen

Sinopse
Violet Ambrose tem dois problemas: o dom mórbido e secreto que carrega desde a infância e Jay Heaton, seu melhor amigo, por quem está apaixonada. Aos dezesseis anos e confusa com os novos sentimentos em relação a Jay, ela está cada vez mais desconfortável com sua estranha habilidade. Violet encontra cadáveres. Desde muito pequena, percebe os ecos que os mortos deixam neste mundo. Ruídos, cores, cheiros. Mas não todos: apenas os das vítimas de assassinato. Para ela, isso nunca foi um grande talento. Na maioria das vezes, tudo o que encontrava eram pássaros mortos, deixados para trás pelo gato da família. Mas quando um serial killer começa a aterrorizar a pequena cidade onde mora e os ecos das garotas mortas a perseguem dia e noite, Violet se dá conta de que talvez seja a única pessoa capaz de detê-lo. Em pouco tempo, ela estará no rastro do assassino. E ele, no dela.


Por algum tempo fiquei na duvida em comprar esse livro, comprei em uma promoção e de fato ficou meio que esquecido, até que um dia pensei no que ler e ele estava bem em cima, e pensei...Porque não?! Li e não me arrependo.
Violet é uma jovem de dezessete anos, e desde de muito nova seu dom vem se manifestando de forma impiedosa. Quando tinha apenas oito anos esse dom a levou a uma primeira vítima, a primeira de muitas. Violet era conduzida a morte, pessoas, animais que não a deixavam em paz até ter o enterro adequado. Ecos...era assim que ela chamava os sons, gostos, cheiros, manchas e tudo mais que a perseguia e fazia ela encontrar esses corpos.


Era suficientemente familiarizada com o significado desse ruído novo e inapropriado. Ou ao menos com o que ele representava. Ouvia sons, desse modo, ou via cores, ou sentia cheiros havia anos. Desde sempre.  Ecos, era como chamava.  Pág. 7

São vários pontos que fazem desse livro um livro bom, não ótimo, mais de fato muito bom. A forma como ela se descobre apaixonada pelo seu amigo de toda a vida, e todas as cenas de amor e amizade que sai dessa relação, o mistério do serial killer, e os capítulos narrados por ele, e o mais legal que achei foi a forma em que os Ecos se manifestam.
A autora soube conduzir bem o sobrenatural (o dom de Violet), com o real (um assassino em serie). Fazendo você ficar o tempo todo de olho bem aberto. Os personagens ao mesmo tempo que conquista um pouco de sua confiança, eles detonam tudo. Você fica o tempo todo em meio ao mistério. Juro para vocês que cheguei a duvidar até de Jay, pobre Jay. A relação de Violet e Jay fica meio estranha no começo, ele se afasta e ela pensa que o perdeu para a garota mais popular de escola, mais isso não dura muito, para nossa alegria, porque eu não estava mais aguentando eles longe um do outro, e com essa reaproximação vem todo amor, levando os dois a momentos de amor, desejo e brigas. Quando vários assassinatos começam a acontecer, e alguns com meninas próximas a Violet ela resolve usar o seu dom para descobrir quem é o assassino correndo assim grande perigo. E Jay a ajuda tentar solucionar, mesmo irritado por ela sempre querer correr atrás do perigo. A busca de Jay e Violet por esse assassino começa antes deles se descobrirem apaixonados e é em uma festa quando um amigo deles tenta beijar Violet a força que Jay aparece para meter o murro na cara do filho da mãe, não tendo mais como negar, todo amor vem a tona e eles iniciarem de fato um namoro. Violet de certa forma passa a se dedicar mais a Jay do que a sua luta para procurar o assassino, mais na mesma noite da festa uma menina próxima, a mais próxima de todas, sumiu como fumaça, e a população resolveu procurar, no meio de toda essa mobilização estava lá em cima do lugar onde havia enterrado outra menina o assassino, e Violet vendo, sentindo e ouvindo todos os ecos acaba o encontrando, e entregando o assassino para o seu tio, delegado da cidade. Quando todos achavam que realmente tinha acabado o perigo, é aí que a coisa fica séria para Violet, pois ele não trabalhava só e o seu parceiro ainda estava a solta e decidido a matar ela. No fim, bem no fim entre a vida e a morte, em um corredor da escola, depois de muita perseguição, e medo, Violet e Jay se vêem cara a cara com ele, e com um desejo de matar jamais visto. Nem no último capítulo eu tive a certeza dos fatos. Mais por ali, só daquela vez ela estava salva.

Falando da autora...
Kimberly Derting



Ela nasceu e cresceu na área de Seattle, com exceção de uma poucas  passagens em Phoenix, Boise, e San Jose. Teve uma infância colorida, criada por uma mãe solteira. Sua carreira começou bem cedo, quando começou a fazer livros de colorir caseiros com folhas de papel em branco e um grampeador, e depois ia de porta em porta para vender. A primeira vez que se apaixonou por escrever (desistindo dos sonhos de infância de ser uma veterinária) foi quando ela se inscreveu para o Jornalismo no sétimo ano eletivo. Logo se tornou sua paixão. Ela ainda vive no noroeste do Pacífico. Mora com seu marido e os três filhos. 








Indico 
sim
 esse livro, pois todo o mistério que o envolve, todo amor de Violet e Jay, toda a amizade, e a forma como os sentimentos são postos diante dos fatos me fizeram querer mais e mais desses personagens. 
Estou louca pela continuação, que já saiu, mais ainda não li. Encontra-se na saraiva e no submarino.



















Então guardem esse nome e leiam 
Ecos da Morte de Kimberly Derting e quando lerem me falem o que achou.
E quem já leu, deixe um comentário dizendo o que achou.Bom é isso e Boas leituras sempre.
Mega beijo
0

Nessa semana


Olá pessoal, como estamos??? Acreditem se quiser, mais ainda estou naquela vibe de ler muitos livros ao mesmo tempo. E continua sem dar certo! Alguns estão ficando atrasados, mais essa semana resolvi dá fim neles. Estou com dois livros mega atrasados, inclusive já postei aqui nessa mesma coluna falando deles. Mais essa semana vai. Então são esses... Cinquenta tons de liberdade e Dezesseis luas.


Sinopse 

Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda. Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado. Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade.

***

Um porn mom pra variar né. Estou bem no fim mesmo, mais eu não sei se não terminei ainda por conta de não querer desapegar dos personagens ou por me sentir perdida em meio tantos livros. Grey é muito intenso e faz você querer ficar o tempo todo ao seu lado.


Sinopse 

Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. "Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim..."

***
Um livro bem adolescente, mais nem por isso é ruim, com personagens legais e enigmáticos, o livro mais parece um quebra cabeça. Não terminei ainda justamente pelo fato de ler vários ao mesmo tempo, pretendo não deixa-ló mais para a semana que vem.


Então é isso, tenho gostado bastante dos dois, Ethan e Lena são fofos, Grey e Anna são perfeitos, dois casais totalmente diferentes mais que são capazes de te prender bastante.
E vocês o que estão lendo?
Fico por aqui, até a próxima. Beijos




0

Séries: Um amor em vários livros

Olá pessoas, como estamos? Quem aqui não tem aquela série que balança o coração? A maioria das estórias hoje em dia vem em escritas em vários e vários livros, nos dando sempre a opção de conhecer mais dos personagens e nos guiar por outros caminhos mais intensos. Eu particularmente amo séries/sagas, acho que a profundidade alcançada em uma série é bem maior do que em uma estória contada em um livro só. Pensando nisso, e amando isso, resolvi trazer um pouco mais das séries que bomba por aí, e outras que não são tão conhecidas mais nem por isso deixam os leitores decepcionados.

E para abrir a coluna trago uma trilogia que arrasta vários leitores pelo mundo. The Hunger Games (Jogos Vorazes).


A série é ambientada em um futuro sombrio, e pioneira de uma tendência que vem tomando conta da literatura juvenil, romances distópicos pós-apocalípticos estão em alta babys. Ela narra uma luta pela sobrevivência, literalmente falando, onde crianças de 12 distritos são mandadas para uma arena na intensão de protagonizarem uma matança em tempo real para uma nação que hoje habita nas ruínas da área conhecida anteriormente como a América do Norte.
Os jogos se deram início como represália por um levante conta a capital, uma menina e um menino com idade entre 12 e 18 anos de todos os distritos são forçados a participar dos jogos. Existe uma única regra: Sobreviver.

"Matar ou morrer, não há escolha, na arena, o mais capaz vence. Que os Jogos Vorazes comecem!"

Jogos Vorazes - Em Chamas - A Esperança


Título Nacional: Jogos Vorazes
Ano de Lançamento: 2010
Número de Páginas: 400 páginas
Editora: Rocco
Tradutor: Alexandre D’elia
Título Original: The Hunger Games
Ano de Lançamento: 2008
Número de Páginas: 374 páginas
Editora: Scholastic Press



Sinopse

Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?


Título Nacional: Em Chamas
Ano de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 416 páginas
Editora: Rocco
Tradutor: Alexandre D’elia
Título Original: Catching Fire
Ano de Lançamento: 2009
Número de Páginas: 400 páginas
Editora: Scholastic Press



Sinopse

Depois da improvável e inusitada vitória de Katniss Everdeen e Peeta Mellark nos últimos Jogos Vorazes, algo parece ter mudado para sempre em Panem. Aqui e ali, distúrbios e agitações dão sinais de que uma revolta é iminente. Katniss e Peeta, representantes do paupérrimo Distrito 12, não apenas venceram os Jogos, mas ridicularizaram o governo e conseguiram fazer todos - incluindo o próprio Peeta - acreditarem que são um casal apaixonado. A confusão na cabeça de Katniss não é menor do que a das ruas. Em meio ao turbilhão, ela pensa cada vez mais em seu melhor amigo, o jovem caçador Gale, mas é obrigada a fingir que o romance com Peeta é real. Já o governo parece especialmente preocupado com a influência que os dois adolescentes vitoriosos - transformados em verdadeiros ídolos nacionais - podem ter na população. Por isso, existem planos especiais para mantê-los sob controle, mesmo que isso signifique forçá-los a lutar novamente.


Título Nacional: A Esperança
Ano de Lançamento: 2011
Número de Páginas: 424 páginas
Editora: Rocco
Tradutor: Alexandre D’elia
Título Original: Mockingjay
Ano de Lançamento: 2010
Número de Páginas: 400 páginas
Editora: Scholastic Press



Sinopse

A jovem Katniss Everdeen sobreviveu aos mortais Hunger Games não apenas uma, mas duas vezes, e mesmo assim ela não tem descanso. Na verdade, os perigos parecem estar se agravando: o Presidente Snow declarou guerra contra Katniss, sua família, seus amigos, e todas as pessoas oprimidas do Distrito 12.

***

Eu já li os dois primeiros volumes, me arrependi de não ter comprado o box, fui comprando separadamente e até hoje não consegui comprar o terceiro. O primeiro livro é bem tenso, não sei se é porque a arena é algo novo demais para todo mundo, ou a forma como a escritora joga tudo na cara da sociedade, mais eu sentia as dores de Katniss, sua insatisfação, a fome e pobreza que o distrito vivia. Depois eu passei a ficar aflita com todo aquele jogo de matar ou morrer. Só sei que a carga emocional desse livro, pelo menos no meu caso foi bastante intensa, e conclusão...chorei litros.
Já no segundo livro, apesar de Katniss e Peeta estarem de volta a arena, o jogo vem com uma perspectiva totalmente diferente, e a autora foi muito feliz na saída para os problemas, sem contar que deu um ótimo gancho para o terceiro livro.
Tentarei fazer uma resenha mais detalhada dos dois livros para não ficar uma coisa muito superficial. Quem aqui já leu Jogos Vorazes?
Super indico essa série para aqueles que não gostam do velho e clichê romance. É de tirar o fôlego.
Fico por aqui, lembrando que toda forma de leitura é válida.
Super beijo e até a próxima.


2

Trechos

Olá pessoas, pois é né dei aquela sumidinha básica, sei lá...os dias não tem sido fáceis. Mais notei que aqui era uma espécie de refugio, e decidi não sair mais daqui, pelo menos não tão cedo. Dividi os posts do blog em colunas semanais, para ficar mais organizado e fácil. Resolvi trazer para cá também a Juke box que rola lá no Fulana Rosada volta e meia, e irá funcionar como post extra. Espero que vocês gostem.
Mais vamos seguir com o bonde, porque hoje é dia de trechinhos.


“As pessoas são solitárias, porque constroem muros ao invés de pontes.”
O Pequeno Príncipe - Antoine de Saint-Exupéry

“Loucura é relativa. Do meu ponto de vista, ela é tão sã quanto qualquer pessoa.”
Romeu Imortal - Stacey Jay

"Quanto mais desagradável a verdade, mais era necessário contar.”
O Silêncio das Montanhas - Khaled Hosseini

“Cometo erros, questiono as minhas decisões, passo metade do tempo me perguntando quem sou de verdade, ou o que estou fazendo, ou se minha vida tem algum sentido. Não sou nem um pouco especial.”
O Melhor de Mim - Nicholas Sparks

“É um engano acreditar que os sonhos se tornam realidade sem oferecer nada em troca.”
Príncipe da Névoa - Carlos Ruiz Zafón

"A gente pode estar sozinha mesmo quando é amada por muitas pessoas, quando não é o "único amor" de ninguém."
O diário de Anne Frank

“A verdade é assustadora, mas a ignorância é paralisante.”
Hush Hush - Becca Fitzpatrick

“Toda pessoa deveria ser aplaudida de pé pelo menos uma vez na vida, porque todos nós vencemos o mundo.”
Extraordinário - R.J. Palacio

“O que me falta é amor, é de um cafuné que eu preciso, é um olhar sincero que eu desejo.”
100 escovadas antes de ir para a cama - Melissa Panarello

“Ás vezes queremos bater em todo mundo, mas não adianta nada, absolutamente nada. A dor permanece.”
Coração de Tinta - Cornelia Funke

***

Tá ai os trechos de hoje, alguns já li, outros não, espero que gostem e que vocês se identifiquem com algum. Fico por aqui, tenham todos uma boa semana e até a próxima. Mega beijo. ^^

2

Nessa semana...


Olá pessoas, como estamos? Bom, tem semanas que eu não posto por aqui o que ando lendo. Mais o grande problema nem é o fato de eu não está lendo, e sim lendo vários ao mesmo tempo. Tenho que parar com essa mania, ela não está rendendo tanto, porque sempre que estou lendo um livro físico, começo a ler uma serie no netbook, ai o livro físico fica meio de lado, ou ao contrário. Mais vou postar a leitura está fluindo mais rápido nesse momento.
De tanto ouvir as pessoas comentando, e soltando aquela velha frase "ah você tem que ler!" eu decidi me jogar em mais um porn mom, é incrível como esse gênero está crescendo. Estou mesmo assustada com isso.  O mais interessante desses livros é que em muitas das vezes não conseguimos largar. Não sei se é o fato de querer saber mais a fundo o enredo da estória, o que ele tem de tão bom que deixa todas falando bem, ou se é por que muitas vezes nos transferimos para o papel da mocinha lembrando de nossos desejos mais profundos. Não tem uma mulher que não leu um porn mom que não pensou algo do tipo "poxa fazer isso aqui seria bom" eu mesmo penso direto. Enfim, o gênero está bombando assim como vampiros, bruxos, anjos, chick lits já bombaram. 
Toda Sua da tão amada e odiada Sylvia Day é o livrinho de cabeceira desde de ontem. 


Sinopse - Toda Sua - Crossfire - Sylvia Day

Eva Tramell tem 24 anos e acaba de conseguir um emprego em uma das maiores agências de publicidade dos Estados Unidos. Tudo parece correr de acordo com o plano, até que ela conhece o jovem bilionário Gideon Cross, o homem mais sexy que ela - e provavelmente qualquer outra pessoa - já viu. Gideon imediatamente se interessa por Eva, que faz tudo o que pode para resistir à tentação. Mas ele é lindo, forte, rico, bem-sucedido, poderoso e sempre consegue o que quer - Eva acaba se entregando. Uma relação intensa começa. O sexo é considerado por eles como incrível. Capaz de levar os dois a extremos a que jamais tinham chegado. E, então, eles se apaixonam - o que pode ser tanto a chave para um futuro feliz quanto a faísca que trará de volta os traumas do passado.


Bom, pelo que já li do livro a coisa parece pegar fogo, estou ainda nas 60 primeiras páginas e ao contrários dos livros da Christina Lauren (que foram os últimos do gênero resenhados aqui no blog), Toda Sua segue mais a linha de 50 tons, onde as coisas demoram um pouco mais para acontecer, e o casal sofre com traumas trazidos desde a infância. O livro parece ser bem construído e os personagens bem intensos.
Com certeza ele será a resenha da próxima semana. E vocês o que estão lendo??

Então é isso, fico por aqui e até a próxima. 
Super beijo. 





3

Loves in the air'(8)

Bom dia pessoas alegres, apaixonadas e bem vestidas. O amor está no ar, dia dos namorados bombando sqñ e nós aqui, dando aquele up para o dia ficar mais doce.
Agora me falem, o que seria de um livro sem um bom casalzinho?
Faz toda a diferença babys, até aqueles onde o foco não é o romance fica mais vistoso com um love love né mesmo.
Vários casais são épicos, lindos, fofos, outros são sexys, quentes. Mais a verdade é que todos se amam, valorizam, lutam e apoiam um ao outro. Assim como a leitura creio que toda forma de amor é válida. Então confiram alguns que saíram das páginas direto para telinhas, e outros que não chegaram lá ainda, mais mesmo assim fizeram a cabeça de muitas pessoas, inclusive a minha.

Sr Darcy e Lizzy - Orgulho e preconceito

Edward e Bella - Twilight

Jace e Clary - Instrumentos mortais

Dimitri e Rose - Academia de Vampiro

Ron e Hermione - Harry Potter

Peeta e Katniss - Jogos Vorazes

Stefan e Elena - Diário do vampiro

Ethan e Lena - Dezesseis Luas

Adam e Cassie - Círculo secreto

Jacob e Nessie - Twilight

Harry Potter e Ginny - Harry Potter

Bom ai está uma amostrinha, mais ainda tem tantos outros, como Patch e Nora, Luce e Daniel, Grey e Anna, Max e Sara...tantos tantos e tantos que eu ficaria aqui postando até o mês que vem. 
Mais mesmo assim queria ressaltar o que cada um deles tem em comum, o amor e o companheirismo, e isso faz de um casal apto a superar tudo e todos. 
Feliz dia dos namorados babys, aproveitem. Feliz dia dos namorados Amor, amo você.
Fico por aqui.
Até a próxima. Beijos















4

Trechos

Olá pessoas como estamos? Acreditem se quiser, estou gripada a mais de uma semana, e isso tem me deixado super para baixo. Nossa como é ruim. Mais como já é de costume hoje trago alguns trechos. O mais incrível, não sei se isso acontece com vocês, mais quanto mais trechos eu leio de livros desconhecidos, mais a minha listinha de livros desejados aumenta.
Mais chega de blá blá blá e vamos nessa pessoal.


“E aos sonhadores deve ser permitido sonhar.”
Assassin’s Creed

“E mesmo que alguém esteja muito pior, isso não muda em nada o fato de que você tem o que você tem.”
As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky

“Quando penso em ficarmos juntos, não estou falando em lua de mel. Estou falando de você e de mim, duas pessoas reais."
O melhor de mim - Nicholas Sparks

"A dor não passa, você só se acostuma com ela."
The Walking Dead - Robert Kirkman

“Penso que estamos cegos, cegos que vêem, cegos que, vendo, não vêem.”
Ensaio Sobre a Cegueira - José Saramago

"O mundo está cheio de covardes que fingem ser heróis."
Guerra dos Tronos

"Não me mostre o paraíso e depois o destrua.”
Não Conte a ninguém - Harlan Coben

“A moça levanta e segue em frente. Não por ser forte, e sim pelo contrário: Por saber que é fraca o bastante para não conseguir ter ódio no seu coração, na sua alma, na sua essência. E ama, sabendo que vai chorar muitas vezes ainda. Afinal, foi chorando que ela, você e todos os outros, vieram ao mundo.”
Dom Casmurro - Machado de Assis

"Se você fica se prendendo no passado, não consegue seguir em frente."
Entre o agora e o nunca - J. A. Redmerski

"O Inferno são as pessoas."
Charles Bukowski


Bom... Isso é tudo pessoal. Espero que tenham gostado. Qual desses livros vocês já leram? Qual trecho você mais gosta...comenta ai ok.
Beijos e até a próxima.



5

Resenha

Olá pessoas alegres e bem vestidas! Enfim mais uma resenha.
Ando meia devagar com as resenhas, por eu estou tentando fazer dos livros lidos há algum tempo atrás, e dos que termino recentemente. Mais confesso que isso não tem funcionado direito.
A resenha de hoje é do Beautiful Stranger, um porn mom de tirar o fôlego. Lembrando que livros em PDF é meio complicado, e a tradução nem sempre ajuda.


Sara é uma mulher marcada por uma relacionamento cheio de farsas, traições e ilusões. Poderia dizer que ela passa boa parte de sua juventude em um relacionamento com um cara que nada mais queria do que a sua boa imagem e o dinheiro de sua família para financiar sua candidatura. Foram anos e anos jogados fora, sendo ridicularizada pelas pessoas, pela impressa e até mesmo pelo homem em que um dia esteve envolvida.
Quando ela descobre vários podres de Andy, resolve jogar tudo pro alto em Chicago e ir tentar a sorte ao lado de sua amiga Chloe e seu noivo Bennet em Nova York. Para comemorar essa nova fase, Sara sai com suas duas melhores amigas. Boate lotada, corpos balançando, e um cara misterioso de olho em cada movimento feito pelo seu esbelto corpo, a sua nova vida tem tudo para bombar. 
Max hoje em dia tem uma vida boa, vive em festas, sempre acompanhado das mulheres mais lindas, tem dinheiro para dar e vender e toda impressa quer saber quem ele anda levando para cama. Sua vida é relativamente boa. Ele trabalha com o que gosta, pode ir e vir com todos a sua volta fazendo as suas vontades e por isso é o playboy preferido de 9 entre 10 mulheres. Mais algo muda quando ele se ver com os olhos presos em uma bela mulher, e ele tem certeza que ela está dançando daquele jeito somente para ele.
O livro começa assim, de um lado uma mudança de vida e uma sede de fazer tudo o que não tinha feito até agora, e do outro curtição. Sara e Max se conhecem em uma boate, e não conseguem resistir um ao outro. Eles trocam algumas palavras no bar, e depois olhares na pista de dança, Max faz até um vídeo de Sara dançando e se insinuando para ele. Mais a coisa fica mesmo quente no andar de cima, onde eles acabam tendo relações ali mesmo. Mais como tudo que é bom tem fim, eles se afastaram sem nenhum número de telefone, nome, email ou qualquer tipo de contato trocados.
Porém Nova York é muito pequena SQÑ e Max descobre que seu amigo de faculdade Bannet tem um escritório na cidade e que Sara é diretora do departamento de finanças. Para a sua alegria, já que ele não parava de ver o seu vídeo e pensar em como seria bom tê-lá novamente. Sara por sua vez não quer saber de se envolver com ninguém, cheia de magoa e desconfiança, ela tem medo de passar por isso novamente. Mais a atração entre eles é muito forte, ainda mais depois que Sara descobre o vídeo que Max fez dela na pista de dança, e na segunda vez em que eles se esbarram novamente eles se rendem ao desejo. Assim acontece mais algumas vezes
Vendo que isso era bom, e que não conseguia evitar as mãos de Max no seu corpo, Sara resolve procurar o bonitão e fazer um acordo... Um dia por semana ela seria dele, somente um dia, nada de camas e seria sempre em locais públicos. Quando li eu fiquei temerosa, imaginando como a escritora iria escrever cenas de sexo em lugares públicos, vamos admitir que cenas de sexo já é uma coisa meio complicada de se escrever, porque requer certos detalhes para dar profundidade para a cena, cenas de sexo em lugares públicos então seria um baita desafio. E creiam esse é o grande diferencial desse livro para o outro. As ideias dos lugares, de como foram acontecendo as cenas, de como o Max se preocupou em fazer de cada sexta-feira ficar marcada em Sara foi algo que me chamou muito a atenção. Sara gosta do ato em lugares públicos, ela sentia prazer em se expor para ele e para possíveis pessoas, gostava de correr o risco de serem flagrados, queria mais fotos, vídeos e Max em sua vida. E Max ansiava cada vez mais por Sara, mesmo ela com seus medos, regras e limitações. 
Confesso que quando eu estava de saco cheio de Sara lembrando de como era com Andy, a autora trouxe uma nova perspectiva para isso, o que faz tornar esse lero lero mais aceitável. Cada semana eles estavam mais envolvidos e cúmplices. Sendo felizes e amando o que eles tinham, mais Sara não abria mão de suas regras, até mesmo porque o medo dela agora era outro, ela não queria que a rotina se abatesse sobre ela e Max, ainda mais agora que ela estava vivendo o que queria viver, tendo experiencias loucas e quentes. Mais Sara sabia que não tinha mais para onde fugir, e chegou uma hora que tanto ela como ele se renderam há paixão. E isso é épico né mesmo, sempre quando o casalzinho resolvem se entenderem alguma coisa dá errado. Depois de uma noite louca que amor, Max vai para um viagem de negócios, onde no aeroporto ele tem sua bagagem de mão roubada, na bolsa continha coisas básicas como laptop, celular, e para desespero total do belo desconhecido o cartão SD contendo várias fotos de Sara. Já podem imaginar a confusão que isso deu né. O pior foi que não foi as fotos de Sara que foram para em um jornal, e sim uma foto só de outra mulher, achando que tinha sido traída ela resolve ignorar completamente o amado e seguir em frente, apesar disso não durar muito, eu achei a tentativa dela bastante corajosa. Mais como não seria legal os casal ter um fim separados, Sara não só descobre toda a verdade, como também descobre que Max é realmente, verdadeiramente, loucamente apaixonado por ela.
Eu realmente gostei bem mais desse livro, achei a estória mais compacta, melhor elaborada, e em certos pontos senti mais intensidade do que no primeiro livro. Muitas vezes eu me peguei vendo eu mesma em Sara, e isso aconteceu várias vezes mesmo. E caras como Max fazem você acreditar que sim...um playboy mulherengo pode se apaixonar. Esse livro também tem capítulos escritos pela visão de Sara e Max, e verdadeiramente não tem como não amar isso, você passa a sentir o que os dois estão sentindo e isso dá uma visão bem melhor da estória. Com e entrada sútil de novos personagens, a autora nos faz pensar em quem será o próximo a ter sua vida sexual e emocional retorcida e desvendada. Eu fiquei na expectativa de um livro do amigo do Max, Will se eu não me engano, acho que seria uma aposta super legal. A tradução desse livro estava bem melhor do que o outro, e ele foi baixado no Amantes da arte de ler lá no facebook. 

O primeiro livro já tem a sua capa e título aqui no Brasil, a capa se manteve a original, mais o título ficou Cretino irresistível, acho que optaram por esse nome porque bastardo dava muito a intensão de filho sem pai, ou coisa do tipo. Eu até que gostei.


E lá fora vai lançar o terceiro livro da série, Beautiful bitch, pelo que ouvi dizer volta o foco para a relação de Chloe e Bannet. Já estou louca para ler e me deliciar um pouco mais com esses personagens.


Bom acho que isso é tudo, o post ficou enorme, mais são coisas que eu não poderia deixar de falar. Espero que tenham gostado e que apreciem essa leitura. Recomendo bastante para quem gosta de porn mom, acho que sai bastante de 50 tons e Crossfire. 
Passei um tempo sumida, estava viajando a trabalho e quando voltei a minha net estava com problemas, mais agora está tudo se normalizando. Espero poder conseguir de fato levar a diante tudo o que planejei para esse blog. Novidades vem por aí, fiquem ligados. Beijos e toda forma de leitura é válida.
Até a próxima pessoal





5

Resenha'

Olá pessoas, como estamos? Ando super sem tempo de postar aqui, mais vim falar hoje sobre uma rapidinha, e como tem rapidinhas esse livro leitura rápida e fácil. Seguindo essa nova linha de livros hot, Beautiful Bastard é mais um desses "porn mom" do momento. Lembrando que eu li por PDF, e a tradução não estava das melhores, mais não poderia de deixar de comentar com vocês.



O livro conta a estória de Bennet e Chloe, um CEO super grosso e sua estagiaria super competente. Já no primeiro capitulo somo apresentado de forma bem intima para esses dois. Bennet passou os últimos 6 anos em Paris, sendo sempre apontado como um dos melhores CEOs, seu grande currículo faz dele único e extraordinário  mais o que ele tem de competente, ele tem de grosso e na maioria das vezes estupido. Quando ele resolve voltar para a empresa da família em Chicago, a bela e sedutora Chloe é designada a ser sua assistente. Desde o inicio o ódio entre os dois parecia ser a única coisa existente, mais muitas coisas são escondidas nessa relação. 
Com o passar do tempo Bennet passa de um chefe bastardo bonito, para ser o mestre do sexo, e daí para o cheios de defeitos, porém totalmente apaixonado. E Chloe passa de uma jovem que luta por uma carreira de secesso para um mulher que não sabe dizer "não" ao seu chefe, e daí para uma mulher que quer se envolver, mais não quer que sua carreira seja manchada.
O livro mostra alguns capítulos o ponto de vista dele, e em outros o dela. O que foi um ponto positivo. Sem sombra de dúvidas eu acho que os capítulos da Chloe foram melhores, eu conseguia sentir a dúvida dela, conseguia sentir a raiva e a força que ela fazia para se manter longe dele. Já os capítulos do Bennet o leitor passa a entender um pouco mais de como o sentimento dele vai crescendo e o porque dele ser sempre tão mal humorado e grosso. 
O livro engloba várias coisas, como...o envolvimento entre chefe e funcionária, as complicações que isso pode trazer para suas carreiras, o fato de você se envolver  ao ponto de não conseguir dizer "não" mesmo sabendo que isso pode trazer problemas, e verdadeiro conhecimento da personalidade do próximo, a dúvida entre o amor e a carreia. Enfim, um enredo bastante promissor.
As cenas de sexo são bastantes quentes, e o grande diferencial do livro está aí, são cenas de entrega total, mesmo que depois cada um dos dois tentem seguir a vida como se nada estivesse acontecido.
O livro segue em uma linha constante, sem nada de impactante, mais nem por isso ele é chato, toda grande graça fica por conta do romance e da descoberta do sentimento dos dois.  Chloe e Bennet são bastante envolventes, faz um livro legal e cheio de personalidade. As brigas, o sexo, a paixão faz desse livro fácil, legal, e com um enredo diferenciado. Acho que a escritora poderia ter explorado mais esse dilema, colocado mais complicações, e uma luta mais intensa do casal pelo que se quer. 
Li o livro em menos de 24 horas, e a tradução não ajudava muito. Ontem mesmo fiquei sabendo que será lançado ainda em 2013 aqui no Brasil, pela Universo dos livros. Pelo que sei lá fora tem dois livros lançados, e nem preciso dizer que quando sair aqui no país eu vou ler de novo né. 


Sinopse: Uma estagiária ambiciosa. Um executivo perfeccionista. E um relacionamento ardente e totalmente perigoso! Esperta, dedicada, prestes a cursar um MBA, Chloe Mills tem apenas um único problema: seu chefe, Bennet Ryan. Ele é exigente, insensível, sem consideração – e completamente irresistível. Um belo cretino. Bennet acaba de retornar da França para assumir um cargo importante na empresa de comunicações da sua família. Mas o que ele não poderia imaginar era que a pessoa que o ajudava enquanto ele estava no exterior era essa criatura linda, provocadora e totalmente irritante que agora ele tem de ver todos os dias. Ele nunca foi do tipo que se envolve em relacionamentos no ambiente de trabalho, mas Chloe é tão tentadora que ele está disposto a flexibilizar essa regra – ou quebrá-la de uma vez – para tê-la. Por todo o escritório!
Mas o desejo que um sente pelo outro cresce tanto que Bennet e Chloe terão de decidir o que estão dispostos a perder para ganhar um ao outro.

Então é isso, fica ai a indicação do livro. 
Se você gosta de leituras quentes e com uma boa dose de romance leia Beautiful Bastard.
Toda forma de leitura é válida.
Espero que tenham gostado.
Beijos





7

Trechos

Bom dia pessoas, como estamos? As vezes me surpreendo com o quanto o ano está passando rápido. É realmente estranho.
Estava por aí pensando, pensando, pensando...
e acabou me vindo na mente alguns trechos de livros lidos esse ano. Queria compartilhar um pouco com vocês. Espero que gostem.



"Uma borboleta azul flutuou pela garagem, pousando no para-brisa do carro negro. Estremeci ligeiramente. Eu detestava borboletas. Borboletas eram lagartas vestidas em traje de gala, mais ainda eram lagartas. Nunca deixariam de ser"
Procura-se um marido/Carina Rissi

"Mari estava ali. Sempre esteve.Sempre estaria. Amigas ficam ao seu lado nos momentos bons, mais apenas as melhores seguram sua mão nos momentos ruins."
Procura-se um marido/Carina Rissi

Faça uma última coisa por mim. Volte seguro esta noite." 
 Patch, de FINALE

Quando você estiver na arena, lembre-se de quem é seu verdadeiro inimigo.
Em Chamas - Suzanne Collins

Percebi que apenas uma pessoa será danificada além do reparo se Peeta morre. Eu
Em Chamas - Suzanne Collins

Eu gostaria de poder congelar esse momento, aqui e agora, e viver nele para sempre.
Em Chamas - Suzanne Collins

“Sim, eu vou errar algumas vezes. Vou cometer erros, mas eu tenho que aprender. - Anastasia Steele”
— 50 tons mais escuros

“Estou vivendo uma noite infinita! -Christian Grey”
— 50 Tons Mais Escuros

"— Fodidamente brilhante,— murmurou, fazendo uma careta quando ela se agitou pelo som
de sua voz."
Nikolai/O véu da meia noite/Midnight breed

"Eu queria alguém diferente, alguém com quem eu pudesse conversar sobre outras coisas além de festas e corações no baile de inverno. Um garota que fosse inteligente ou engraçada, ou pelo menos uma parceira de laboratório razoável."
Ethan/Dezesseis Luas/Beautiful Creatures

"Ela o deixava fraco, sujeito a falhas.
Fazia que ele desejasse coisas que nunca poderia ter."
O beijo da meia noite/Midnight breed

"Não há tempo como o presente - acrescentou Jamie"
O beijo da meia noite/ Midnight breed.



Bom pessoas é isso, super indico todos esses livros, foram leituras que me fizeram viajar.
Fico por aqui, e tenham todos uma linda terça.
Beijos






10
Goiana,+ de 20,+mãe+filha+apaixonada. Não vive sem leitura, series, makes, carinho, paz e luz. Amiga e leal. Aproveitem o espaço
Twitter Fã page Contato Image Map
.
Já Leu Fulana?! © Copyright 2011 | todos direitos reservados|. Feito por Laysa Layout.